Assassin's Creed Victory será o próximo game da série e se passará na Inglaterra

03/12/2014 05:39 por Leandro Alves
Categorias            

Já faz algum tempo que todo o jogo da série Assassin's Creed acaba tendo detalhes vazados antes da hora, que posteriormente acabam sendo confirmados pela Ubisoft. E isso não será diferente no próximo jogo da série que teve alguns detalhes revelado pelo site Kotaku, ele será chamado Assassin's Creed Victory e terá como cenário Londres na época da Revolução Industrial.

O jogo está sendo desenvolvido pela primeira vez pela Ubisoft Quebec, ela nunca produziu um jogo completo para a série mas já fez os DLCs Tyranny of King Washington (Assassin's Creed III) e Freedom Cry (Assassin's Creed IV: Black Flag).

Primeiras imagens do Assassin's Creed Victory

Primeiras imagens do Assassin's Creed Victory

Primeiras imagens do Assassin's Creed Victory

Primeiras imagens do Assassin's Creed Victory

A previsão de lançamento do Assassin's Creed Victory é para o final de 2015, com versões para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

A Ubisoft enviou ao site PCGamer um comentário oficial sobre Assassin's Creed Victory: "É sempre uma pena quando material interno, que não foram feitos para o consumo público, são vazados. Mesmo que nós certamente gostamos da antecipação pelos nossos próximos títulos, ficamos desapontados por nossos fãs e nosso time de desenvolvimento, por esse material conceitual agora ser público", e completou "O time em nosso estúdio de Quebec tem trabalhado duro nesse jogo em particular nos últimos anos, e estamos empolgados para revelar oficialmente o que o estúdio está desenvolvendo em uma data posterior. Enquanto isso, nossa prioridade é aprimorar a experiência do Assassin's Creed Unity para os jogadores".
Receba mais sobre "Assassin's Creed Victory será o próximo game da série e se passará na Inglaterra" e outros assuntos interessantes gratuitamente no seu e-mail.
Não se esqueça de confirmar seu cadastro, basta clicar no link que será enviado para seu e-mail.
Ou se preferir você pode receber por RSS ou pelo Twitter.


Compartilhe a notícia: