World of Warcraft será lançado oficialmente no Brasil

22/07/2011 16:19 por Leandro Alves
Categorias            

Finalmente a Blizzard vai lançar o World of Warcraft e suas expanções oficialmente no Brasil, atualmente ele é um dos mais populares MMORPG que existem com 11 milhões de usuários e atualmente quem quiser jogar aqui no Brasil têm que usar servidores estrangeiros e pagar com cartão de crédito internacional.

A primeira grande novidade é que o World of Warcraft, e não apenas os textos mas as dublagens também. E com isso o Português do Brasil é o nono idioma no qual o jogo foi traduzido.







O World of Warcraft World of Warcraft será vendido no Brasil junto com a primeira expansão, Burning Crusade, e vai custar R$ 29,90. A segunda e a terceira expansões, respectivamente Wrath of the Lich King e Cataclysm vão custar R$ 99,90.

A assinatura mensal vai custar R$ 15,00 por mês, que é mais barato do que os US$ 15 de uma assinatura nos Estados Unidos. Além disso é possível assinar por 90 dias pagando R$ 42,00 e por 180 dias por R$ 78,00.

O pagamento poderá ser feito por cartões de crédito Brasileiros, transferência bancária, e até mesmo por boleto bancário.







Para quem quiser conhecer o jogo a melhor maneira é o World of Warcraft Starter Edition, que permite jogar sem qualquer restrição até que seu personagem atinja o nível 20. A partir dai você só continua jogando se comprar o jogo completo e pagar a mensalidade.

O World of Warcraft ainda não têm uma data oficial de lançamento no Brasil, foi anunciado apenas que ele vai sair ainda este ano. Por isso fiquem ligados que em breve deveremos ter mais novidades. Para maiores informações sobre o World of Warcraft no Brasil vale a pena dar uma olhada no site da Blizzard.
Receba mais sobre "World of Warcraft será lançado oficialmente no Brasil" e outros assuntos interessantes gratuitamente no seu e-mail.
Não se esqueça de confirmar seu cadastro, basta clicar no link que será enviado para seu e-mail.
Ou se preferir você pode receber por RSS ou pelo Twitter.


Compartilhe a notícia: