Rumor: Mais detalhes sobre o hardware do Nintendo 3DS

22/09/2010 07:26 por Leandro Alves
Categorias            

A IGN conversou com algumas pessoas que já viram um Nintendo 3DS e conseguiu algumas informações interessantes sobre o seu hardware, claro que as fontes preferiram ficar anônimas afinal não querem sofrer nenhuma retaliação da parte da Nintendo.



Segundo os rumores o hardware do Nintendo 3DS seria o seguinte:

CPU: Dois ARM11 de 266MHz.
GPU: PICA200 133MHz da DMP.
RAM: 64MB.
Vídeo RAM: 4MB.
Armazenamento: 1,5GB em memória Flash.

Não foi especificado qual tipo de ARM11 será usado, mas essa linha de CPUs é bem popular entre os celulares com Android, Zune HD e também já foi usado em modelos mais antigos do iPhone e iPod touch. Vale lembrar que o Nintendo DS usa dois processadores ARM de 67MHz e 33MHz.

A GPU PICA200 (que nome mais infeliz, até parece que o George Lucas que escolheu) pode fazer os mesmos efeitos que o Playstation 3 e Xbox 360 só que em resoluções menores.

Já em questão de memória teve um aumento significativo em relação ao Nintendo DS, afinal ele têm apenas 4MB de RAM e o 3DS têm 64MB. Em relação ao espaço de armazenamento o Nintendo DSi têm apenas 256 MB enquanto o Nintendo 3DS têm 1,5 GB.

Será que dessa vez a Nintendo vai lançar um portátil realmente poderoso? Afinal mesmo quando o Nintendo DS era novidade o seu hardware não impressionava ninguém e também era muito inferior ao do PSP, mesmo assim isso não impediu de receber ótimos jogos.

Mas dessa vez a realidade mudou bastante, afinal os consoles portáteis cada vez mais sofrem a concorrência de celulares como o iPhone e Android, que já são capazes de rodar jogos muito melhores que os portáteis atuais e ainda com a conveniência de serem celulares.
Receba mais sobre "Rumor: Mais detalhes sobre o hardware do Nintendo 3DS" e outros assuntos interessantes gratuitamente no seu e-mail.
Não se esqueça de confirmar seu cadastro, basta clicar no link que será enviado para seu e-mail.
Ou se preferir você pode receber por RSS ou pelo Twitter.


Compartilhe a notícia: