Pac-Man completou 30 anos, relembre toda a sua trajetória

22/05/2010 09:48 por Leandro Alves
Categorias                        

O Pac-Man está completando 30 anos hoje, ele é um dos personagens de video game mais conhecidos de todos os tempos e também um dos grandes símbolos da cultura pop dos anos 80.

Ele estreou no dia 22 de maio de 1980 nos fliperamas Japoneses com o nome de Puckman e se tornou rapidamente um sucesso, afinal ele era algo totalmente inédito e se destacava nos fliperamas da época que eram dominados por jogos de tiro espaciais como Space Invaders, Asteroids e seus inúmeros clones. Para o lançamento nos Estados Unidos a Namco achou melhor mudar o nome do personagem para Pac-Man, afinal dá para fazer um trocadilho indesejado apenas trocando o P do Puckman por um F.



O fliperama Pac-Man foi em grande parte desenvolvido por um jovem empregado da Namco chamado Tōru Iwatani, que também contou com o auxílio de uma equipe de nove pessoas. O nome é baseado na onomatopeia paku-paku que em Japonês é o som de abrir e fechar a boca.

O formato do Pac-Man ao contrário do que muita gente pensa não é baseado numa pizza sem uma fatia, e sim no caractere Japonês kuchi (口) que é usado para boca, e que depois foi arredondado e simplificado.



Uma curiosidade é que originalmente os inimigos do Pac-Man eram chamados de monstros, e só começaram a ser chamados de fantasmas na versão do Atari 2600 pois graças as limitações de hardware os fantasmas (bem como quase tudo na tela) ficava piscando dando sem querer uma impressão de transparência.

Não era para o Pac-Man ter um final, a ideia é que o jogo continuasse infinitamente como era comum nos jogos da época, mas graças a um bug ele acaba travando na fase 256, e o lado direito da tela fica toda bagunçada. E convenhamos tem que ser muito viciado para conseguir chegar na fase 256 do Pac-Man!



Durante esses 30 anos o Pac-Man apareceu em inúmeros jogos e nas mais variadas plataformas, uma pena que as suas várias sequências nunca conseguiram ter tanto apelo como o original e nem conseguiram repetir o seu sucesso. Veja a seguir os vários jogos tradicionais do Pac-Man, entenda por tradicional ele num labirinto comendo as pílulas e fugindo dos fantasmas.

Pac-Man (1980)
Além de ser o primeiro jogo da série, também é de longe o maior clássico, o que teve maior número de ports e o que vendeu mais. Segue o simples conceito de comer todos os pontos da tela, sempre fugindo dos fantasmas é claro.


Ms. Pac-Man (1981)
É uma sequência feita pela Midway mas sem autorização da Nanco. Basicamente é quase igual ao Pac-Man, agora temos 5 tipos de labirinto e os fantasmas possui mais padrões de movimento, inclusive um aleatório.
O jogo também fez muito sucesso e além dos fliperamas também teve vários ports para consoles, computadores e celulares.


Super Pac-Man (1982)
O Super Pac-Man é o segundo jogo do Pac-Man e foi feita pela sua equipe original da Namco, ele trás várias inovações em relação ao primeiro Pac-Man afinal agora ele têm que comer frutas que ficam presas em algumas partes do labirinto e para ter acesso é preciso usar as chaves. Mas a maior inovação é que ao pegar uma pírula especial você vira o Super Pac-Man que têm o dobro do tamanho, é invencível e muito mais rápido.
Apesar de todas essas inovações o Super Pac-Man não consegue ser tão legal como o Pac-Man original.


Pac-Man Plus (1982)
Essa é outra sequência feita pela Midway mas sem autorização da Nanco, e é praticamente idêntica ao Pac-Man original e muda apenas a cor do labirinto, e novas frutas como itens de bônus. Aliás aparece até mesmo uma lata de Coca-Cola!


Jr. Pac-Man (1983)
Mais uma versão feita sem autorização pela Midway, dessa vez a maior novidade é que o labirinto é maior do que a tela e não têm túneis.


Pac & Pal (1983)
Outro jogo da Namco, é parecido com o Super Pac-Man e curiosamente o Pac-Man come vários itens estranhos como cartas de baralho, muitas frutas e outros itens difíceis de reconhecer. Dessa vez ele não está sozinho e conta com a ajuda de Miru uma fantasma verde (afinal ela usa laço) e que ajuda o Pac-Man trazendo itens para ele.


Pac-Man & Chomp Chomp (1983)
Já dá para ver que a Namco estava ficando sem ideias, afinal o jogo é praticamente igual ao Pac & Pal, só que no lugar da Miru temos o Chomp Chomp que é o "cachorro" do Pac-Man no desenho. Vale lembrar que esse foi o último jogo realmente clássico do Pac-Man e que rodava no mesmo hardware dos primeiros jogos, afinal nesse ano teve o Crash dos videogames de 1983, que levou várias grandes empresas do setor à falência, incluindo a Atari, e levou a ascensão dos fabricantes de jogos Japoneses como Nintendo e Sega.


Pac-Mania (1987)
Finalmente um jogo realmente novo do Pac-Man, ele é em 3D com perspectiva isométrica, o labirinto é maior que a tela e se desloca como no Pac-Man Jr. e o mais legal é que o Pac-Man pula e com isso fica um pouco mais fácil fugir os fantasmas. As fases são temáticas e têm até mesmo uma feita com Lego!


Pac-Man Vs.
Outro jogo muito inovador pois ele permite vários jogadores ao mesmo tempo, e enquanto um controla o Pac-Man os outros controlam os fantasmas! É muito divertido afinal é bem melhor jogar contra oponentes de carne e osso.
Curiosamente esse é o primeiro jogo com a jogabilidade clássica a sair apenas em consoles, ele estreiou no Gamecube e depois saiu para Nintendo DS.

Pac-Man Championship Edition
Esse foi o último jogo feito por Tōru Iwatani (o criador do Pac-Man) antes da sua aposentadoria, foi lançado para o Xbox 360 e trás de volta o visual clássico da série, mas é claro que com um visual moderno e com um labirinto que parece feito de neon.
A maior diferença é que agora o jogo possui um limite de tempo e seu objetivo é fazer o maior número de pontos, caso morra você reaparece perto de onde morreu. Outra grande mudança é que a orientação do labirinto passou a ser horizontal em vez de vertical, o que faz sentido afinal ele foi feito para um video game e as TVs Widescreen são as mais populares hoje em dia.


Pac-Man Battle Royale (2010)
Para comemorar os 30 anos a Namco Bandai vai trazer o Pac-Man de volta aos fliperamas! Ele lançado mais para o final de 2010, ele mistura o visual do Pac-Man Championship Edition com o multiplayer do Pac-Man Vs., só que a grande diferença é que todos os quatro jogadores jogam com o Pac-Man e competem entre si para comer mais pontos no labirinto. O curioso é que têm um item que deixa o Pac-Man grande como no Super Pac-Man e que permite que ele coma os fantasmas e até mesmo os outros Pac-Mans!


Além desses jogos o Pac-Man também participou de outros jogos dos mais váriados estilos e que não tinham nada a ver com o Pac-Man original, vale a pena ver alguns deles pela curiosidade.

Pac-Attack (1993)
É uma criativa e divertida mistura de Pac-Man com Tetris, os blocos caem de maneira similar ao Tetris só que no meio dos blocos também caem os fantasmas, e depois de algum tempo cai o Pac-Man que come os fantasmas e permite que os blocos se encaixem. Na primeira vez que joguei não dei muita bola para o jogo mas acabei viciando.
Saiu para Mega Drive, Super Nintendo e depois para Game Boy Advance.


Pac-Man 2: The New Adventures (1994)
Esse é um curioso jogo de plataforma com um visual que lembra muito o desenho do Pac-Man, onde você não controla diretamente as suas ações e sim direciona a atenção do Pac-Man para algum elemento do cenário. Foi lançado para Mega Drive e Super Nintendo.

Pac-Man Fever (2002)
É uma espécie de Mario Party só que com o Pac-Man, e como quase todos os jogos do gênero possui um tabuleiro e permite que até quatro pessoas joguem ao mesmo tempo.
Uma curiosidade é que Pac-Man Fever também é o nome de uma música de Buckner & Garcia lançado em 1982 e que aproveitando o sucesso do Pac-Man conseguiu vender mais de 1 milhão de cópias.


Pac-Pix (2005)
Com o lançamento do Nintendo DS a Namco lançou o criativo Pac-Pix, em que você deve desenhar na tela de toque o Pac-Man e quando completa ele sai e engole tudo que está na frente dele. Uma pena que um jogo com um conceito tão legal não consiga ser muito divertido, mas mesmo assim vale a pena conhecer.

Pac 'n Roll (2005)
Outro jogo diferente para o Nintendo DS, dessa vez você rola com o Pac-Man num labirinto, num jogo no estilo do Monkey Ball e Mercury.


Pac-Man World Rally (2006)
Se o Mario e o Sonic andam de Kart porque não deixar o Pac-Man tentar? O jogo até que é legalzinho, mas no final acaba sendo apenas mais um jogo genérico de Kart.


O legal é que mesmo depois dessa enorme trajetória a Namco Bandai não deixou o Pac-Man de lado, afinal além de toda as bugigangas que ela está lançando para comemorar os 30 anos do personagem, ela vai lançar em breve nos fliperamas o Pac-Man Battle Royale que têm tudo para dar uma modernizada e um novo folego na franquia. E também têm o evento que a Namco Bandai vai fazer na E3 no dia 15 de junho para mostrar a "nova evolução" do Pac-Man.
Receba mais sobre "Pac-Man completou 30 anos, relembre toda a sua trajetória" e outros assuntos interessantes gratuitamente no seu e-mail.
Não se esqueça de confirmar seu cadastro, basta clicar no link que será enviado para seu e-mail.
Ou se preferir você pode receber por RSS ou pelo Twitter.


Compartilhe a notícia: